Pessoas com até 49 anos podem tomar vacina contra hepatite B em Mogi das Cruzes

Pessoas com até 49 anos que não tomaram a vacina contra a hepatite B podem comparecer, a partir de agora, a qualquer posto de saúde ou unidade do Programa Saúde da Família (PSF) para realizar a imunização. Até então, a vacina era destinada até a faixa dos 29. A novidade foi anunciada pelo Ministério da Saúde, que informou ampliar a cobertura para que a doença, que pode se transformar em cirrose e câncer, seja eliminada no futuro. A medida beneficia cerca de 150 milhões de brasileiros de 0 a 49 anos. Disponível desde 1998 no calendário de imunização do Estado de São Paulo, a vacina contra hepatite B é a melhor forma de prevenir a doença. A hepatite é uma infecção do fígado que pode evoluir para doenças mais graves. A vacina contra hepatite B faz parte do calendário de rotina para os adultos e é importante também para gestantes, informa a médica da Vigilância Epimiológica Municipal, Tereza Nihei. A vacina está disponível em todas as unidades de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Pessoas de grupos mais vulneráveis ou com indicação médica também podem receber a vacina contra hepatite B. Isso vale para gestantes (por causa do risco de transmissão para o bebê), profissionais de saúde, militares, policiais, manicures e pedicures, portadores do vírus HIV, profissionais do sexo, usuários de drogas, hemofílicos, entre outros. A hepatite B é uma infecção do fígado causada por vírus e transmitida pelo sangue ou por relações sexuais. Os sintomas iniciais das formas agudas podem ser cansaço, tontura, enjôo, febre, dor na região do fígado, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras, mas é importante lembrar que nem sempre os sintomas aparecem. A hepatite B pode se tornar crônica e evoluir para doenças muito mais preocupantes como cirrose e câncer de fígado, por isso a importância da vacinação e da realização de exames de sangue de forma preventiva. Para ficar completamente protegido contra a doença é preciso tomar três doses da vacina. A segunda dose acontece um mês depois da inicial. A terceira, após seis meses.

Data de Publicação: 25/07/2013

Fonte: Coordenadoria de Comunicação- Prefeitura de Mogi das Cruzes