Seu email foi confirmado com sucesso!

Para ativar a senha de seu email, favor abrir um chamado no CAS informando a chave #.
Em alguns segundos, você será direcionado para a criação de sua assinatura digital.

X

Sua assinatura digital foi criada com sucesso!

Lhe foi enviado um email com a sua assinatura, juntamente com as instruções para a sua utilização.

Mogi das Cruzes trabalha a prevenção da osteoporose na semana dedicada ao Dia da Mulher

Em Mogi das Cruzes, o Dia Internacional da Mulher teve como tema central a prevenção e o diagnóstico precoce da osteoporose, com ações educativas, palestras e rodas de conversa, durante a semana de 9 a 13 de março, nas Unidades Básicas de Saúde.

Além disso, algumas UBSs, como o Conjunto Toyama, promoveram atividades voltadas à autoestima como dicas de maquiagem e cuidado com a pele. Em outras Unidades, as mulheres foram incentivadas a realizar o exame papanicolau e receberam também orientações sobre câncer de colo do útero e mama.

“Conversamos com nossas usuárias sobre o controle da saúde da mulher, principalmente sobre a osteoporose. Em nossa unidade a procura é bem grande por consultas e exames. Por isso, hoje (13/03), atendemos sem marcação de horário. Fizemos a coleta em mais de 10 usuárias e, para nossa surpresa, haviam três mulheres que estavam realizando o exame pela primeira vez”, conta Jussara Aparecida, enfermeira responsável pela Unidade.

A osteoporose é uma doença que atinge os ossos e caracteriza-se pela diminuição da quantidade de massa óssea, desenvolvendo ossos fracos, finos e de extrema sensibilidade, mais sujeito às fraturas. Entre os fatores de risco estão: sexo feminino; pessoas de pele branca, baixas e magras; maior de 65 anos (ambos os sexos); história materna de fratura ou osteoporose; menopausa precoce (antes dos 40 anos); tratamento crônico com anticonvulsivantes ou corticoides; doença reumática, especialmente artrite reumatoide; climatério/menopausa; hipertireoidismo ou hormônio tireoidiano em excesso; tabagismo; alcoolismo; sedentarismo; imobilização prolongada (pessoas acamadas ou em cadeira de rodas); dieta pobre em cálcio e vitamina D e baixo peso.

Foto: Usuária recebe dicas de maquiagem na UBS Conjunto Toyama 


Data de Publicação: 17/03/2015

Fonte: Assessoria de Imprensa - CEJAM