Nutricionista desvenda alguns mitos e verdades da alimentação

Acreditar em dietas malucas e receitas suspeitas é mais comum do que se imagina, assim como seguir dicas lidas nas redes sociais ou confiar em boatos milagrosos. Esses perigos são frequentes no dia a dia de quem busca uma alimentação saudável ou perder alguns quilos.

Para sanar as dúvidas sobre os benefícios e nocividade de certos alimentos, Raira Oliveira Santos, nutricionista do Cejam (Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim), desvenda alguns mitos e verdade de certos alimentos comuns na mesa dos brasileiros.

Comer banana reduz câimbra?
Verdade: 
a câimbra tem muitas causas. Pode ser por falta de cálcio ou acido lácteo ou por esforço muscular. Se a causa da câimbra for a falta de potássio, a banana consegue suprir esse papel.

Comer fibras ajuda no emagrecimento?
Verdade:
 as fibras, em contato com a água, formam uma espécie de gel no estômago, e essa mistura dá uma sensação de dilatação, o que aumenta a saciedade e diminui a fome. Fontes de fibras são encontradas em frutas, verduras e cereais integrais, e previnem doenças. Por isso, devem ser consumidas regularmente.

Óleo de coco é indicado para emagrecimento?
Mito:
  é uma fonte natural de gordura saturada, que aumenta o colesterol e as triglicérides. Porém, não é proibido consumi-lo, desde que em pequenas quantidades ou em uma preparação culinária, por exemplo. Mas não deve ser usado em tratamento de colesterol alto ou contra a obesidade.

Margarina é mais saudável que manteiga?
Mito:
 margarina é uma fonte de gordura trans. A margarina passa por um processo de hidrogenação que transforma a gordura insaturada, até então boa, em trans. Já a manteiga é gordura saturada, porque vem de origem animal. A gordura saturada não é proibida para consumo, mas deve ser ingerida em pequena quantidade.


Data de Publicação: 10/11/2017

Fonte: Blog ederepente50