Equipe de saúde mental do CEJAM promove II Encontro de Terapia Comunitária Integrativa

Na última sexta-feira (10/11), a equipe de saúde mental do CEJAM promoveu o II Encontro de Terapia Comunitária (TC) Integrativa da região do M´ Boi Mirim, que reuniu terapeutas comunitários, profissionais de saúde, convidados e usuários.

O evento teve como propósito a integração e o fortalecimento dos grupos de terapia comunitária dos serviços de saúde nos territórios do Jardim Ângela e do Capão Redondo.

Durante o encontro foram promovidas diversas atividades como: dança circular, momentos de reflexão com atividades em grupos, apresentação cultural com participação dos usuários do CAPS AD III Jardim Ângela, apresentação de carimbo com o grupo de idosos da UBS Jardim Nakamura e confecção de mini ikebanas. Cerca de 120 pessoas participaram da ação.

A Terapia Comunitária Integrativa (TC) é um instrumento que permite construir redes sociais solidárias e promove saúde. Ela também, promove o cuidado, previne o adoecimento psíquico, propicia o resgate da autoestima individual e coletiva e proporciona o empoderamento da comunidade, considerando a premissa que diz que “Quando a boca cala, o corpo fala e quando a boca fala, o corpo sara”.

A TC é um espaço de encontro de pessoas, de emoções, de sentimentos, de troca de experiências e partilhas. É um espaço de para reflexões sobre a vida, onde cada pessoa pode se expressar sem medo de ser julgado. É um espaço para escutar, brincar, falar de si, das alegrias, conquistas, dos sofrimentos e buscar estratégias para superar as adversidades.

Atualmente, a microrregião M´Boi Mirim e adjacências, conta com 20 terapeutas comunitários e coterapeutas (enfermeiros, agentes comunitários, auxiliares de enfermagem, psicólogos, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais, entre outros), que realizam rodas nas UBS, CAPS, CECCO e na comunidade em geral.

Desde sua implantação, em março de 2010, foram realizadas 2.734 rodas de Terapia Comunitária, totalizando 22.124 atendimentos.


Data de Publicação: 14/11/2017

Fonte: Luciana Zambuzi - Assessoria de Imprensa CEJAM