Seu email foi confirmado com sucesso!

Para ativar a senha de seu email, favor abrir um chamado no CAS informando a chave #.
Em alguns segundos, você será direcionado para a criação de sua assinatura digital.

X

Sua assinatura digital foi criada com sucesso!

Lhe foi enviado um email com a sua assinatura, juntamente com as instruções para a sua utilização.

Saúde de Mogi das Cruzes apresenta balanço de atividades realizadas no segundo quadrimestre de 2018

O secretário municipal de Saúde, Téo Cusatis, apresentou, nesta terça-feira (25/09), a 64ª Audiência Pública da Saúde, na Câmara Municipal de Mogi das Cruzes, referente à prestação de contas do segundo quadrimestre de 2018. A reunião foi dirigida pelo presidente da Comissão Permanente de Saúde, vereador Francisco Bezerra. 

A apresentação começou pelo orçamento do Fundo Municipal de Saúde (FMU) para 2018, que é de R$ 306.734.928,70, dividido entre o Tesouro Municipal (R$182.650.925,26), recursos de transferência estadual (R$ 12.173.684,25) e recursos de transferência da União (R$ 111.910.319,19). O valor está acima do orçamento do FMS em 2017, que foi de R$ 294.483.079,73.

Na sequência, o secretário apresentou as principais obras em execução entre os meses de maio e agosto na área da Saúde: a construção do Bloco Cirúrgico da Unica Jundiapeba, com valor estimado em R$ 629.761,05 (R$ 565.200,00 financiado por recursos Federais); a revitalização da UBS do Jardim Ivete, com valor estimado em R$ 131.874,84; a reforma do CAPS AD, com valor estimado em R$ 246.638,99; as obras de implantação do Consultório Odontológico do Jardim Aeroporto III, com valor estimado em R$ 122.733,34 e a reforma e manutenção predial da Divisão de Controle de Zoonoses, com valor estimado em R$ 693.705,72.

Na Rede de Atenção Básica, na Rede Cegonha, por exemplo, o município praticamente triplicou o número de Dius inseridos entre maio e agosto deste ano, em relação ao segundo quadrimestre do ano anterior, passando de 107 para 320. O aumento é resultado da contratação de um novo ginecologista com descentralização do procedimento. As vasectomias e laqueaduras também aumentaram: foram 94 no segundo quadrimestre, 25 procedimentos a mais do que o mesmo período de 2017.

Os investimentos do município em Assistência Farmacêutica também foram apresentados. Entre maio e agosto deste ano foram empenhados R$ 5.716.030,39 em medicamentos, valor dividido em R$ 1.146.807,03 do Tesouro Municipal; R$ 707.352,06 de contrapartida municipal; R$ 690.846,90 de contrapartida estadual e R$ 3.171.024,40 de contrapartida federal. O valor empenhado para atendimento às ordens judiciais no segundo quadrimestre de 2018 foi de R$ 990.198,26.

O Hospital Municipal de Mogi das Cruzes realizou 78.570 procedimentos médicos, desses 21.434 foram referentes ao Pronto Atendimento Infantil, que tem uma média de 179 atendimentos por dia. Já o Centro de Bem Estar Animal realizou 1.690 consultas, 276 cirurgias e 7.425 exames laboratoriais no segundo quadrimestre do ano. Neste mesmo período foram castrados 173 cães e 128 gatos.

Os vereadores Cláudio Miyake, Péricles Bauab, Francimário Vieira Farofa e Diegão Martins participaram do evento.


Data de Publicação: 26/09/2018

Fonte: Comunicação Prefeitura de Mogi das Cruzes