Seu email foi confirmado com sucesso!

Para ativar a senha de seu email, favor abrir um chamado no CAS informando a chave #.
Em alguns segundos, você será direcionado para a criação de sua assinatura digital.

X

Sua assinatura digital foi criada com sucesso!

Lhe foi enviado um email com a sua assinatura, juntamente com as instruções para a sua utilização.

Rede Hora Certa Campo Limpo vira referência em prevenção do câncer de mama

O prefeito Bruno Covas e o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, participaram nesta quarta-feira (3) da cerimônia de abertura do Outubro Rosa no Hospital Municipal e Maternidade Escola Dr. Mário de Moraes Altenfelder Silva (HMEC) – Vila Nova Cachoeirinha, Zona Norte da capital.

Durante o evento, o prefeito anunciou a implantação dos serviços que ampliarão o acesso ao diagnóstico precoce e consequente tratamento oportuno ao câncer de mama. O Hospital Dia Rede Hora Certa Campo Limpo foi escolhido como um dos 12 serviços de referência para a prevenção do câncer de mama. A Unidade foi decorada e a fachada pintada com a cor rosa (que será permanente). Entre os serviços que serão realizados atendimento e consulta com mastologista e biópsia de mama.

Ao todo, serão inaugurados neste mês dez novas unidades de Serviços de Referência de Mama (SRM) nas seis Coordenadorias Regionais de Saúde (CRS) da cidade: Unidade de Diagnóstico por Imagem Sé (Centro) e nos Hospitais Dia São Miguel – Tito Lopes (Leste), Vila Guilherme, Brasilândia/Freguesia do Ó (Norte), Butantã, Lapa - Sorocabana (Oeste), Vila Prudente e em Campo Limpo, Capela do Socorro e Cidade Ademar (Sul). Os serviços existentes nos Hospitais Dia de São Mateus – Dr. Henrique C Gonçalves (Leste) e Penha (Sudeste), serão implementados para melhor atender à saúde da mama.

“Estamos triplicando a quantidade de atendimentos, elevando de dois espaços para 12 no município. É algo mais que necessário em uma cidade com números superlativos”, destacou o prefeito Bruno Covas.

Além da inauguração dos serviços, as seis CRS realizarão atividades de prevenção e promoção de saúde, com ênfase na saúde da mulher, incluindo o estímulo às práticas de atividades físicas e alimentação adequada, que ajudam na redução da obesidade e no risco de câncer de mama. 

É importante destacar que o município de São Paulo estimula o Programa Nacional de Rastreamento do Câncer de Mama do Ministério da Saúde, que recomenda uma mamografia a cada dois anos para mulheres na faixa etária de 50 a 69 anos.

"Prevenção e diagnóstico precoce são fundamentais. E é dever do poder público garantir o acesso aos serviços referenciados desde a primeira consulta até o tratamento adequado e eficaz no controle do câncer de mama", diz Edson Aparecido, secretário municipal da saúde.


Data de Publicação: 04/10/2018

Fonte: Prefeitura de São Paulo e Assessoria de Imprensa CEJAM