Arujá: Prevenção contra a dengue deve ser redobrada

As chuvas constantes transformam o início do ano no período mais crítico da dengue. O acúmulo de água nos mais diversos tipos de recipiente, até mesmo numa tampinha de garrafa pet, favorece o surgimento e a proliferação da doença. Por isso, a Secretaria de Saúde de Arujá recomenda medidas preventivas a toda a população. Um dos principais cuidados é com as caixas d’água, que devem ser devidamente tampadas. Vasos e objetos que podem acumular água exigem atenção redobrada e devem ser mantidos de cabeça para baixo. Já as calhas, tubulações e pratinhos de água e comida dos animais precisam ser limpos constantemente. Pneus velhos, quando deixados em local aberto, são uma verdadeira festa para o mosquito da dengue. Por isso, a coleta é uma ação importante. O recolhimento acontece a partir das denúncias quanto à  existência de pneus em terrenos baldios, oficinas ou qualquer ponto que possa se tornar criadouro. O lixo também pode contribuir com a proliferação da doença. Além de evitar o descarte em locais inadequados, a recomendação é para não deixá-lo acumulado por muito tempo à  espera de recolhimento nas ruas. O morador deve atentar para o horário da coleta em seu bairro. Denúncia A denúncia é mais uma ação que ajuda no combate à  dengue. A Secretaria de Saúde de Arujá disponibiliza uma linha exclusiva para que o cidadão denuncie casos suspeitos e focos do mosquito transmissor da doença. A linha 0800 778 8882 atende de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail saude.visa@aruja.sp.gov.br

Data de Publicação: 31/01/2014

Fonte: Diretoria de Comunicação Prefeitura de Arujá