Seu email foi confirmado com sucesso!

Para ativar a senha de seu email, favor abrir um chamado no CAS informando a chave #.
Em alguns segundos, você será direcionado para a criação de sua assinatura digital.

X

Sua assinatura digital foi criada com sucesso!

Lhe foi enviado um email com a sua assinatura, juntamente com as instruções para a sua utilização.

Mogi das Cruzes receberá prêmio de excelência no tratamento da tuberculose

O tratamento da tuberculose é considerado modelo em Mogi das Cruzes. No próximo dia 30 de setembro, a Prefeitura de Mogi das Cruzes receberá, pelo 12º ano consecutivo, uma premiação do Governo do Estado pelos resultados práticos alcançados com o índice de cura de pacientes atendidos pelo Programa Municipal de Controle da Tuberculose da Secretaria Municipal de Saúde.

De acordo com o Ministério da Saúde, os programas municipais são considerados satisfatórios quando atingem 85% de cura, índice que vem sendo superado há mais de uma década em Mogi das Cruzes. “O Programa de Controle da Tuberculose da Prefeitura de Mogi das Cruzes vem conquistando vários prêmios pelos altos índices de cura alcançados junto aos pacientes, o que é motivo de orgulho. Neste ano, a equipe mogiana também já recebeu outro prêmio por oferecer a testagem do HIV para todos os pacientes com tuberculose, procedimento de extrema importância devido à inter-relação existente entre as duas doenças”, explica o secretário municipal de Saúde, Marcello Delascio Cusatis. Os prêmios são concedidos pelo Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria Estadual da Saúde. 

A tuberculose exige um período de tratamento que varia de seis meses a um ano, com acompanhamento médico mensal dos pacientes. A partir do diagnóstico e da aplicação dos medicamentos, os primeiros resultados são animadores e muitas vezes os pacientes acham que já estão curados, abandonando o tratamento. Para evitar este problema, a Secretaria Municipal de Saúde desenvolve um programa de monitoramento da evolução dos casos, garantindo a frequência dos pacientes. Atualmente, existem 72 pacientes em tratamento na cidade que, além de todo acompanhamento multiprofissional, também recebem cesta básica e vale-transporte. 

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa causada por uma bactéria que afeta principalmente os pulmões, mas, também pode ocorrer em outros órgãos do corpo, como ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro). É causada pelo Bacilo de Koch e sua transmissão ocorre de pessoa a pessoa. Quando o doente tosse, fala ou espirra, ele espalha no ar gotas muito pequenas contendo o micróbio da tuberculose. A pessoa que respira este ar pode levar este micróbio para o seu pulmão. 

Os principais sintomas da tuberculose são tosse (em geral que persiste por mais de 15 dias), febre (mais frequente ao entardecer), suores noturnos, falta de apetite, emagrecimento e cansaço fácil. Entre os grupos mais vulneráveis estão portadores do vírus HIV, população carcerária, moradores de rua e dependentes químicos.

Quem tiver alguma dúvida sobre a doença pode procurar qualquer unidade de saúde ou o Programa, que funciona na Unidade de Atenção aos Programas de Saúde (UAPS-1). O endereço é Rui Barbosa, 174, Jardim Santista. Informações: 4724-8047. (APF)


Data de Publicação: 22/09/2014

Fonte: Coordenadoria de Comunicação - Prefeitura de Mogi das Cruzes