Seu email foi confirmado com sucesso!

Para ativar a senha de seu email, favor abrir um chamado no CAS informando a chave #.
Em alguns segundos, você será direcionado para a criação de sua assinatura digital.

X

Sua assinatura digital foi criada com sucesso!

Lhe foi enviado um email com a sua assinatura, juntamente com as instruções para a sua utilização.

CAPS Infantil M Boi Mirim promove atividades em homenagem à  Semana da Luta Antimanicomial

O dia 18 de maio é exaltado na área da Saúde Mental e também da Infância e Adolescência por ser símbolo de dois movimentos de luta importantes: a Luta Antimanicomial e o Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de crianças e adolescentes. Sendo o CAPS Infantil II M’ Boi Mirim um equipamento de Saúde Mental que teve sua origem graças ao movimento da Luta Antimanicomial, cujo público-alvo são crianças e adolescentes, a equipe da Unidade realizou uma semana (18 a 22 de maio) de eventos, de modo a contribuir para o conhecimento e conscientização da população sobre tais temáticas.

A semana se debruçou principalmente no tema da Luta Antimanicomial e contou com diferentes atividades para enfatizar o movimento de tamanha importância para a Saúde Mental e para o CAPSi, movimento este que contribui até hoje para a luta contra o preconceito e para favorecer a (re)inserção social de cidadãos por tanto tempo silenciados, desrespeitados, excluídos da sociedade.

O evento proporcionou expressões artísticas dos usuários que foram expostas em painéis, que seguem em exposição na unidade como parte de sua decoração, contribuindo também para o protagonismo e a apropriação dos usuários de seu espaço de convivência e tratamento.

As atividades habituais do projeto terapêutico no CAPSi foram transformadas durante a semana em espaços de discussão sobre o tema nas “Rodas de Conversa” e em apresentações artísticas da equipe e dos usuários que divulgassem aspectos da luta de uma forma mais descontraída e espontânea, como o “Cordel da Luta”, o Teatro da “Loucura Social” e o “Show de Talentos”, este último realizado em parceria com o CAPS AD Jardim Ângela III, Supervisão Técnica de Saúde M Boi Mirim e o CEU Guarapiranga.

O objetivo da equipe foi transmitir aos usuários e seus familiares a contextualização histórica do serviço em meio ao movimento e à reforma psiquiátrica, de conscientizar os usuários da necessidade de continuar ainda hoje essa luta cotidiana para desconstruir preconceitos e condutas sociais que ainda reforçam uma posição de exclusão daqueles que apresentam diferentes formas de ser e o de firmar seus direitos enquanto cidadãos. Além disso, a semana se utilizou de recursos expressivos e artísticos para estimular a criatividade, bem como propiciar formas diferenciadas de trocas interpessoais.

O evento propiciou, assim, a discussão de um tema difícil e de significativa importância para os usuários que vivem até hoje formas veladas de exclusão. Nesse sentido, a semana da Luta Antimanicomial pôde favorecer a expressão, através de depoimentos pessoais, de produções artísticas e de encenações viscerais, dos diversos sentimentos frente a isso, como também proporcionou a elaboração coletiva de estratégias na tentativa de favorecer transformações sociais efetivas na continuidade do movimento.

“Quero agradecer o apoio e dedicação de todos os profissionais envolvidos, dos familiares dos usuários e, principalmente, dos pacientes que participaram ativamente do evento, representando de forma brilhante e autêntica o CAPS Infantil II M’ Boi Mirim”, elogia a gerente Fabiana Cury. 


Data de Publicação: 28/05/2015

Fonte: Assessoria de Imprensa - CEJAM