Seu email foi confirmado com sucesso!

Para ativar a senha de seu email, favor abrir um chamado no CAS informando a chave #.
Em alguns segundos, você será direcionado para a criação de sua assinatura digital.

X

Sua assinatura digital foi criada com sucesso!

Lhe foi enviado um email com a sua assinatura, juntamente com as instruções para a sua utilização.

PSF Jardim Piatã, em Mogi das Cruzes, desenvolve projeto de atendimento em saúde mental

A unidade do Programa Saúde da Família (PSF) do Jardim Piatã está desenvolvendo um trabalho inédito e descentralizado de atendimento aos pacientes de saúde mental que residem no bairro, localizado na divisa de Mogi das Cruzes com Itaquaquecetuba. O objetivo é garantir continuidade aos tratamentos, opções de terapias e, desta forma, possibilitar a inclusão social e o aumento na qualidade de vida.

A iniciativa começou quando a enfermeira responsável pela unidade, Flávia Ossugui Okamoto, passou a receber pacientes psiquiátricos até então assistidos pelo município vizinho, onde um serviço de referência foi desativado. “Percebi que essas pessoas precisavam dar continuidade aos tratamentos e para isso contei com o respaldo da médica, que passou a acompanhar cada um deles”, explicou. No primeiro contato, cada paciente realizou uma série de exames de rotina, onde foram detectados casos de diabetes, colesterol e outras enfermidades que agora estão sendo acompanhadas.

Depois de realizar uma busca ativa nas residências visitadas pelos agentes comunitários de saúde no bairro, a enfermeira elaborou um projeto de terapia que resultou na elaboração de uma horta comunitária. O trabalho é realizado às quintas-feiras, quando um grupo formado por 10 pacientes se reúne no espaço externo da unidade para plantar flores e cuidar da pintura dos vasos. “Este projeto mudou a vida do meu filho e a minha também. Aqui ele faz coisas que eu achei que ele jamais conseguiria”, conta a dona de casa Joana Antônia da Silva, mãe de Herbert, de 14 anos.

O sucesso do trabalho está diretamente ligado ao envolvimento da equipe. “A enfermeira Flávia possui experiência anterior em saúde mental e por isso teve um olhar bastante sensível. Além disso, todos os agentes comunitários participaram de um curso de formação em saúde mental neste ano e estão capacitados para este tipo de atendimento”, explicou o secretário municipal de Saúde, Marcello Delascio Cusatis.

Uma vez inseridos na unidade, os pacientes recebem atendimento global. Além do acompanhamento médico de rotina e do programa de saúde mental, o grupo também realiza tratamento odontológico, que exige ainda mais cuidado e atenção junto a pacientes psiquiátricos. “Nós estamos sempre juntos, conversando, ganhando a confiança dos pacientes, e assim já avançamos muito em todas as áreas de atenção”, afirma o cirurgião dentista Sérgio Gruppi.

A unidade do Jardim Piatã conta com 1.149 famílias cadastradas, num total de 4.532 pessoas. Mensalmente, são realizadas, em média, 1 mil visitas de agentes comunitários de saúde, 500 consultas médicas, 250 consultas de enfermagem e 330 consultas odontológicas, entre outros procedimentos.

Integração

Inaugurada em novembro de 2010, a unidade do Jardim Piatã desenvolve outras importantes iniciativas junto à comunidade local, como é o caso de uma parceria firmada com a Escola Municipal Professora Cleonice Feliciano para o atendimento odontológico dos alunos. O trabalho integrado vem garantindo uma redução na incidência de cárie entre as crianças. “Esse é a prioridade da estratégia saúde da família: prevenir problemas de saúde e ampliar a qualidade de vida das pessoas assistidas”, completa o secretário.


Data de Publicação: 27/08/2015

Fonte: Coordenadoria de Comunicação - Prefeitura de Mogi das Cruzes