São Paulo participa de pesquisa nacional sobre promoção de saúde bucal

Os dentistas que atuam nas Unidades de Atenção Básica da rede municipal da capital participarão de uma pesquisa nacional sobre promoção de saúde bucal, realizada por pesquisadores da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) e financiada pelo Ministério da Saúde. Cerca de 450 profissionais serão ouvidos para identificar e avaliar a situação das ações neste setor da saúde pública. A primeira-dama Ana Estela Haddad, coordenadora da Política Municipal para o Desenvolvimento Integral da Primeira Infância, abriu nesta quarta-feira (25) o seminário Promoção da Saúde com ênfase na Saúde Bucal, que precedeu a aplicação dos questionários de pesquisa. Para Ana Estela, conhecer melhor os sistemas municipal e nacional é o primeiro passo para melhorar e ampliar as políticas públicas na área. O SUS é o único sistema universal do mundo que inclui a saúde bucal, área que só ganhou ênfase com o lançamento de uma política nacional em 2003”, explicou a primeira dama. A pesquisa ouvirá cirurgiões dentistas das 26 capitais e do Distrito Federal. A ideia é mapear o que tem sido feito na promoção de saúde bucal e avaliar as estratégias adotadas. Eles selecionam na prática do dia-a-dia uma estratégia relevante. Então respondem 23 perguntas. Queremos definir os fundamentos destas práticas e avaliar se estão em sintonia com o que é recomendado internacionalmente”, explicou o pesquisador Antonio Silveira Filho. A partir das entrevistas, os cientistas produzirão um relatório que balizará os projetos de saúde bucal do Ministério da Saúde e dos municípios. Saúde bucal Nos últimos novos meses, o setor de saúde bucal da Secretaria Municipal de Saúde trabalhou em um diagnóstico do atendimento na área. Em parceria com o governo federal, o setor já adquiriu 286 novos consultórios odontológicos para substituição de equipamentos sucateados hoje existentes nas Unidades Básicas de Saúde e nos Centros de Especialidades Odontológicas. Para melhorar o atendimento à  população, a secretaria vai ainda contratar serviços de manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos de odontologia das unidades de administração direta. Haverá também ampliação do quadro de profissionais, estando prevista a abertura de um concurso público com 200 vagas para dentistas, 148 para auxiliares de saúde bucal e 50 para técnicos em saúde bucal.

Data de Publicação: 27/09/2013

Fonte: Secretaria Executiva de Comunicação- Prefeitura de São Paulo