Seu email foi confirmado com sucesso!

Para ativar a senha de seu email, favor abrir um chamado no CAS informando a chave #.
Em alguns segundos, você será direcionado para a criação de sua assinatura digital.

X

Sua assinatura digital foi criada com sucesso!

Lhe foi enviado um email com a sua assinatura, juntamente com as instruções para a sua utilização.

2ª Reunião Científica do Hospital Municipal Evandro Freire

O Centro de Estudos do Hospital Municipal Evandro Freire (HMEF)realizou no dia 14 de janeiro sua 2ª Reunião Científica, que reuniu profissionais de saúde dos serviços gerenciados pelo CEJAM no Rio de Janeiro e convidados. O encontrou dedicou-se ao estudo e análise científica do tema:""Condutas frente a infecção por cateter venoso central"". O diretor do HMEF Dr. Paulo Maurício Cabral convidou Dr. Fernando Proença de Gouvêa para a abertura do evento. O superintendente aproveitou o momento e falou aos participantes sobre o apoio do CEJAM à  pesquisa científica e elogiou a integração da equipe em busca de uma assistência de qualidade à  população. Na sequência, o presidente da comissão científica e coordenador médico da Cirurgia Geral, Drº Antonio Augusto, apresentou o palestrante convidado Profº Drº Ronaldo Vianna Silva, responsável pela apresentação sobre Bacteremia e Infecções relacionadas a cateteres venosos. Dados internacionais foram apresentados, assim como ações preventivas ao combate da bacteremia. Segundo palestrante do encontro,Dr. Marcio Antonio Filippo Palazzo, médico rotina do Centro de Terapia Intensiva (CTI), falou sobre a Conduta na Infecção por Cateter Venoso Central. Foram apresentadas técnicas para a investigação da bacteremia e confrontadas com a prática de inserção e manutenção do cateter venoso central. Medidas de Prevenção na Infecção da Corrente Sanguínea foi o tema abordado pela Enfª Patricia Almeida do Nascimento, Coordenadora Assistencial da Terapia Intensiva do HMEF. A profissional ilustrou sua palestra com dados do próprio serviço, onde analisou o ótimo desempenho do Hospital no que tange a taxa de infecção por cateter venoso central. Sobre o tema: As ações de controle e de prevenção da infecção relacionadas ao cateter venoso central são fundamentais e somente a vigilância e o trabalho realizados na unidade com o uso de indicadores de qualidade, como importante ferramenta, são subsídios para a avaliação precoce dos riscos, adotando assim medidas estratégicas.

Data de Publicação: 27/01/2014

Fonte: Assessoria de Imprensa - CEJAM