Seu email foi confirmado com sucesso!

Para ativar a senha de seu email, favor abrir um chamado no CAS informando a chave #.
Em alguns segundos, você será direcionado para a criação de sua assinatura digital.

X

Sua assinatura digital foi criada com sucesso!

Lhe foi enviado um email com a sua assinatura, juntamente com as instruções para a sua utilização.

Saúde de Embu das Artes reforça ações de combate à  dengue

Além das atividades permanentes, as Unidades de Saúde de Embu das Artes estão realizando esforços intensos para o combate à dengue. Seja por meio de mutirões, ou trabalhos educativos, as ações acontecem por toda a cidade.

A UBS São Marcos colocou uma equipe completa de agentes comunitários de saúde para um mutirão de visitas e orientações nos condomínios Parque das Chácaras e Baviera. “Esses conjuntos de prédios são novos, ou seja, a população é recém-cadastrada e observamos que, devido à falta de abastecimento, os usuários estavam armazenando água. Foi uma ação muito efetiva, pois visitamos um grande número de pessoas, em um curto espaço de tempo”, explica Pamela Aparecida da Costa, gerente da UBS São Marcos.

Na UBS Dom José foi organizada a “tropa de elite” contra a dengue, onde dezoito colaboradores percorreram a comunidade visitando casas e convidando os usuários a tirar dúvidas com os profissionais. Uma ação mais intensa foi realizada na área de demolição da favela “Dois palitos”.  A UBS fotografou e apresentou ao conselho gestor retratos do acumulo de lixo deixado pela própria população.  “Foi uma oportunidade da população se conscientizar. Além disso, estamos apresentando um “teatro educativo” sobre a dengue em todas as escolas, creches e outros, do entorno”, destaca a gerente Silvana Bleinat.

A Vigilância Epidemiológica do município (VE) continua alertando para o fato de as pessoas armazenarem água de forma inadequada por conta do racionamento. “A dica é sempre tampar muito bem essa água armazenada e manter a área de sua casa limpa, armazenar bem o lixo e não deixar objetos que possam acumular água”, disse o coordenador da Vigilância Epidemiológica, Leonardo Marcolan.  


Data de Publicação: 25/05/2015

Fonte: Assessoria de Imprensa - CEJAM