HomeNotícias >  Acontece em São Paulo
 
IV Seminário do Fórum de Inclusão MBoi Mirim discute propostas de melhoria para a região
 

Realizado na última sexta-feira (29/09), o IV Seminário do Fórum de Inclusão MBoi Mirim, reuniu autoridades da saúde, educação e assistência social,  representantes da defensoria pública do município, lideranças da comunidade e profissionais de saúde no CEU Guarapiranga, para apresentar e promover uma reflexão sobre o tema: "Caminhos para a Inclusão, o que temos e o que queremos".

O evento começou com depoimentos que fizeram um resgate da história do Fórum de Inclusão promovido no Jardim Ângela, como o da irmã Maryphilomena Heaney e do Dr. Fernando Proença de Gouvea, que relembrou também o 1º Censo das pessoas com deficiência do Jardim Ângela, um trabalho pioneiro realizado em 2009. O superintendente do CEJAM falou ainda sobre como a luta por serviços de reabilitação deu origem ao CER IV, serviço especializado da região.

Na sequência, Dr. Ernani Cunha, do CEJAM, fez uma apresentação quantitativa de pessoas com deficiência na nossa região, explicando como é feita a coleta, e a vasta quantidade de dados levantados nos últimos anos.

Para falar de dados qualitativos, o Prof. Peter Spink, da FGV, falou sobre a dificuldade de se encontrar dados completos e confiáveis sobre o atendimento à pessoa com deficiência. "A situação de hoje já é melhor de uns tempos para cá, mas ainda existem lacunas  e dificuldades, amplificando a vulnerabilidade destas pessoas", ressaltou o professor.

O evento contou ainda com a divertida apresentação musical feita por adolescentes e adultos atendidos pela entidade Ninho da Esperança. Um sucesso.

Como resultado do Fórum, foram feitas algumas propostas de ação como a atualização das informações disponíveis no site da Secretaria da Pessoa com Deficiência, ação reafirmada pela representante da SMPED. Além da criação de um protocolo de consenso para os encaminhamentos, a criação de pontos físicos de referência no local, facilitando o acesso a informação e a criação de uma agenda positiva sobre o tema.

"A ideia deste evento foi justamente trazer uma proposta para entender mais sobre o que temos no território com um olhar quantitativo e qualitativo. Creio que alcançamos este propósito e foi um sucesso", destacou Lourivaldo Ribeiro, coordenador do Programa Deficiente Saudável, do IRS CEJAM.

Fonte: Luciana Zambuzi - Assessoria de Comunicação CEJAM e Programa Deficiente Saudável
Data de Publicação: 02/10/2017

 
© Copyright 2000 / 2017 - Todos os direitos reservados.