Aguarde...

Portal da Transparência COVID-19 - Clique aqui e confira

Saúde

Saúde

17 de Outubro de 2023

Estudos mostram ligação entre Saúde Mental e Convívio com Pets

Ter um bichinho de estimação é tudo de bom. Mas, você sabia que além disso, essa relação também pode ser benéfica para a sua saúde mental? Isso porque a forte ligação entre humanos e animais de estimação pode proporcionar diferentes impactos positivos no âmbito emocional.

Estudo do Human Animal Bond Research Institute (HABRI) nos Estados Unidos, revelou que 74% dos tutores de animais relataram melhorias significativas em sua saúde mental, atribuídas à estreita relação com seus pets, seja gato ou cachorro.

“Isso acontece porque o contato com os animais ativa o sistema límbico dos seres humanos, o que resulta na liberação de endorfinas, que geram a sensação de tranquilidade e bem-estar”, afirma Lígia Kaori Matsumoto, psicóloga do Hospital Dia M’Boi Mirim I, gerenciado pelo CEJAM em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo.

Além disso, a presença de um bichinho pode mitigar significativamente as chances do desenvolvimento de problemas como depressão, ansiedade, sensação de solidão e estresse. Essa relação também promove o aumento da autoestima e estimula as interações sociais entre as pessoas.

“Em adultos, a interação é comprovadamente uma fonte de estímulo para a organização da rotina e a adoção de hábitos diários. E devido à necessidade de atividade física dos animais, eles podem servir de incentivo para que seus donos também se exercitem, mantendo-se assim mais ativos e saudáveis no aspecto físico”, complementa a profissional.

Para o físico humano, esses benefícios ainda podem se estender na redução da pressão sanguínea, do colesterol e dos níveis de triglicérides, auxiliando na prevenção de doenças cardiovasculares, segundo estudos do Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e do Instituto Nacional de Saúde (NIH), nos Estados Unidos.

E não para por aí! Os benefícios dessa conexão se tornam ainda mais evidentes quando nutrida desde a infância. Uma pesquisa publicada no periódico americano Human-Animal Interactions afirma que aqueles que mantêm contato com animais, desde crianças, têm mais chances de desenvolverem sentimentos de empatia e compaixão.

"O contato dos pequenos com animais de estimação é altamente benéfico para seu desenvolvimento. Estar na presença de um bichinho pode ensinar a eles noções vitais de convivência, respeito, cuidado, responsabilidade, pertencimento e autonomia, princípios que ecoam em diferentes fases da vida”, explica Lígia.

Apesar de todos os benefícios da interação humana e pet, é fundamental lembrar que a decisão de adotar um animal de estimação é um compromisso sério. "É essencial realizar uma avaliação sincera considerando diversos fatores, como sua rotina, espaço, disponibilidade de tempo e recursos financeiros e emocionais para cuidar do animal. Apesar de ser uma experiência maravilhosa, nem todas as pessoas estão prontas ou em um momento adequado de suas vidas para assumir essa responsabilidade”, alerta a psicóloga.

Fonte: Comunicação, Marketing e Relacionamento

Saúde Mental

Compartilhe essa notícia

SEDE CEJAM

Rua Dr. Lund,41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

INSTITUTO CEJAM

Rua Dr. Lund, 41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

Prevenir é viver com qualidade!