Aguarde...

Na Mídia

Na Mídia

21 de Junho de 2019

Saiba identificar os principais sintomas da asma e como tratar a doença na chegada do inverno

A asma é uma doença crônica inflamatória que atinge as vias áreas, causando dificuldade na respiração. Ela pode ser desencadeada por fatores alérgicos, como a exposição à poeira, mofo, ácaros, pólen, pelos de animais de estimação, entre outros.

Com a chegada do inverno, aumentam as chances dessa complicação ser agravada, devido às alterações que ocorrem no clima e na umidade do ar, e a combinação dessas condições ambientais com o histórico familiar do paciente pode resultar em períodos de crises nos asmáticos. O tabagismo também é um hábito que costuma potencializar ainda mais a enfermidade ao inflamar as vias aéreas.

Além da dificuldade de respirar, os principais sintomas são tosse constante e prolongada, que geralmente ocorre no período noturno e que pode ser seca ou vir acompanhada de secreção, além do chiado no peito, desconforto na região torácica, fadiga, falta de ar ao realizar atividades físicas, respiração curta e rápida.

Segundo pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde em parceria com o IBGE em 2013, a asma possui prevalência no sexo feminino e mais de 6 milhões de brasileiros acima de 18 anos são acometidos pela complicação, cujas causas e sintomas serão lembrados no Dia Nacional do Combate à Asma, em 21 de junho.

De acordo com a pneumologista Denise Eri Onodera Vieira, do Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim (CEJAM), embora a asma não tenha cura, existe a possibilidade dos sintomas desaparecerem na fase da puberdade, caso o paciente tenha sido acometido em um grau menor, ainda na infância. A médica ressalta que é importante manter a limpeza frequente dos locais com alta concentração de agentes causadores e agravadores (ácaros, por exemplo).

“O ideal é deixar objetos como camas, travesseiros, tapetes e carpetes sempre limpos, para evitar o surgimento de crises. Evitar o fumo também é um cuidado importante que os asmáticos devem ter. Medicamentos e vacinas para alergia costumam ser utilizados tanto para prevenir quanto para aliviar os períodos de crises da doença”, aconselha a pneumologista do CEJAM.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Máquina Cohn & Wolf

Saúde Asma Prevenção

Compartilhe essa notícia

SEDE CEJAM

Rua Dr. Lund,41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

ESCOLA DE SAÚDE

Rua Humaitá, 349 - Sobreloja, Bela Vista, São Paulo, 01321-020
(11) 3107 - 8197

INSTITUTO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

Rua Dr. Lund, 41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

Prevenir é viver com qualidade!