Aguarde...

Portal da Transparência COVID-19 - Clique aqui e confira

Saúde

Saúde

06 de Maio de 2022

Uma em cada 10 mulheres sofre de endometriose, doença que pode causar infertilidade

Foto: Freepik

Uma a cada 10 mulheres no Brasil sofre de endometriose, uma doença silenciosa e dolorosa que pode causar sérias dificuldades à saúde feminina. Dados do Sistema Único de Saúde (SUS) indicam que, em 2021, foram realizados mais de 26,4 mil atendimentos em decorrência da patologia.

No Dia Internacional da Luta contra a Endometriose, lembrado em 07 de maio, o ginecologista e obstetra Dr. Gilberto Nagahama, consultor do Programa Parto Seguro, gerenciado pelo CEJAM em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, chama a atenção para o problema e para a importância dos serviços direcionados à mulher na Atenção Primária à Saúde.

A endometriose é uma doença inflamatória causada por células do endométrio – tecido que reveste o útero. Conforme o especialista, elas se desenvolvem fora do útero e agem de forma que, ao invés de serem expelidas durante a menstruação, se movimentam no sentido oposto, caindo nos ovários ou na cavidade abdominal, onde voltam a se multiplicar e a causar sangramentos.

“O acompanhamento ginecológico possui um papel fundamental na identificação da doença, principalmente o exame de toque, essencial para o diagnóstico em casos endometriose profunda. Para a confirmação do caso clínico, exames laboratoriais também podem ser solicitados.”

Sintomas

Segundo Dr. Nagahama, é sempre necessário pensar na possibilidade de diagnóstico de endometriose quando a paciente apresenta sintomas que possam indicar a doença. “É necessário que as mulheres estejam atentas, pois geralmente eles estão relacionados à menstruação.”

Entre os sintomas principais estão dor pélvica, cólica intestinal, que pode estar ou não associada à diarreia e alterações urinárias. O médico afirma que dores durante as relações sexuais também podem ser um indicativo, além das sofridas durante o período menstrual, uma vez que a doença causa uma inflamação da pelve.

Riscos

A endometriose pode trazer danos à saúde feminina, como a dismenorreia – dor pélvica no período menstrual. “Ela pode ter caráter progressivo, podendo gerar um processo inflamatório que leva ao aumento da dor através do estímulo hormonal.”

Dr. Nagahama também chama a atenção aos riscos da infertilidade em decorrência da doença. “A endometriose é uma das causas importantes deste triste problema. Ela pode comprometer as tubas uterinas. Além disso, alterações hormonais e inflamatórias locais contribuem para o quadro de infertilidade”, reitera.

Tratamento

Os tratamentos para endometriose podem variar caso a caso, a partir da idade da paciente, no caso de já ter filhos ou não e de acordo com a amplitude da doença.

“Os casos devem ser avaliados de forma individualizada, pois cada paciente pode ter evoluções diferentes. No entanto, temos como tratamento fundamental a cirurgia laparoscópica, associada ao uso de medicações que inibem o estímulo da endometriose.”

As Unidades Básicas de Saúde (UBS) ofertam o atendimento para evitar o agravamento da doença e caso haja a necessidade de cirurgia, a paciente é encaminhada para um hospital.

Fonte: Imprensa, Criação e Marketing

Saúde da mulher Consulta Ginecologia

Compartilhe essa notícia

SEDE CEJAM

Rua Dr. Lund,41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

IRS Dr. Fernando Proença de Gouvêa

Rua Dr. Lund, 41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

Prevenir é viver com qualidade!