Aguarde...

Portal da Transparência COVID-19 - Clique aqui e confira

Saúde

Saúde

13 de Outubro de 2020

Vacina contra o HPV pode prevenir câncer de colo uterino

Também conhecido como câncer cervical, o câncer de colo de útero é o terceiro tipo de câncer mais frequente em mulheres no Brasil, com estimativa de 16.590 novos casos por ano, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Apenas em 2018, mais de 6.520 mortes foram causadas pela doença.

Esse tipo de câncer está associado ao Papilomavírus Humano (HPV), um vírus capaz de infectar a pele ou a mucosa. Com aproximadamente 200 sorotipos diferentes, os tipos 6 e 11 são os responsáveis pelo surgimento da maioria das verrugas genitais. Já os sorotipos 16 e 18 causam cerca de 70% dos cânceres de colo uterino.


Quais são os principais sintomas?

Na fase inicial, o câncer de colo de útero pode ser assintomático. Porém, os principais sintomas incluem:
1) Sangramento vaginal, especialmente depois de relações sexuais, no intervalo entre as menstruações ou após a menopausa.
2) Secreção vaginal anormal, com mau cheiro e cor escura.

Quais são os fatores de risco?

A infecção por HPV representa o maior fator de risco para o surgimento do câncer de colo de útero, podendo infectar também homens e acarretar o surgimento de câncer de pênis. Outros fatores incluem:

- Início precoce de atividade sexual;
- Múltiplos parceiros sexuais;
- Imunidade baixa;
- Cigarro;
- Más condições de higiene;
- Multiparidade (vários partos);
- Primeira gestação precoce.

Como se prevenir?

- Use camisinha em todas as relações sexuais;

- Faça exames periódicos de papanicolau;

- Realize exames preventivos;

- Meninas e meninos: Vacinem-se contra o HPV!

O uso de preservativo nas relações sexuais é um cuidado indispensável, pois previne não só o HPV, mas todas as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs).

Como é feito o exame preventivo?

O papanicolau é a principal estratégia para detectar lesões precursoras e fazer o diagnóstico precoce do câncer de colo de útero. Ele é indolor, simples e rápido, podendo causar, no máximo, um pequeno desconforto. Para realizar o exame, é preciso:

- Evitar relações sexuais (mesmo com camisinha) no dia anterior à coleta;
- Evitar o uso de duchas, medicamentos vaginais e anticoncepcionais nas 48 horas que antecedem o exame;
- Não estar menstruada, uma vez que a presença de sangue pode alterar os resultados.

Obs.: Gestantes podem se submeter ao exame sem prejuízo para sua saúde ou a do bebê.

Como funciona a vacinação?

A vacina HPV quadrivalente está disponível para meninas de 9 a 14 anos de idade e para meninos de 11 a 14 anos, com esquema vacinal de duas doses e intervalo de seis meses entre cada aplicação.


Sobre a campanha #NossaLutaCordeRosa

A campanha, promovida pelo CEJAM, nasceu em apoio ao Outubro Rosa, um movimento global inicialmente voltado à conscientização do câncer de mama e de útero e, mais recentemente, à saúde da mulher. Que tal fazer parte dessa luta? Acompanhe nossos conteúdos por aqui e pelas nossas mídias sociais. E lembre-se: Prevenir é Viver com Qualidade!

 

Fonte: Imprensa, Comunicação & Marketing

Outubro Rosa

Compartilhe essa notícia

SEDE CEJAM

Rua Dr. Lund,41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

IRS Dr. Fernando Proença de Gouvêa

Rua Dr. Lund, 41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

Prevenir é viver com qualidade!

Prevenir é viver com qualidade!