Aguarde...

Parto Seguro

Parto Seguro

01 de Agosto de 2019

Agosto Dourado reforça a importância do aleitamento materno durante a primeira hora de vida

O aleitamento materno durante a primeira hora de vida é recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) por trazer diversos benefícios tanto para a mulher quanto para o bebê, reduzindo a morbimortalidade infantil e a morbidade materna. Conscientizar a sociedade sobre a importância da amamentação é o objetivo do Agosto Dourado, cuja campanha acontece no mês da Semana Mundial de Aleitamento Materno, que tem o empoderamento familiar para facilitar o ato de dar de mamar como tema

Segundo pesquisa divulgada pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), as crianças que foram amamentadas têm 35% menos de chance de desenvolver diabetes tipo 2, além de ter 13% menos risco de sobrepeso ou obesidade. “O aleitamento materno é fundamental para estreitar o vínculo com o recém-nascido e o apoio da família e da sociedade é fundamental neste processo”, comenta Valéria Kely Vieira, enfermeira obstetra e supervisora do Programa Parto Seguro à Mãe Paulistana, iniciativa do Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim (CEJAM), em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo.

O Programa é desenvolvido em nove maternidades públicas da capital paulista e voltado à assistência segura e humanizada às gestantes, auxiliando-as em todo o processo de parto. Além disso, contempla a iniciativa Hospital Amigo da Criança, ação mundial lançada em 1991 pela OMS, em parceria com a Unicef, com o objetivo de apoiar e promover a prática da amamentação no âmbito hospitalar. 

Uma das principais práticas do Parto Seguro é estimular a amamentação durante a primeira hora de vida do bebê, além de promover o contato pele a pele entre mãe e filho e de possibilitar a permanência de acompanhante durante o trabalho de parto. Segundo a enfermeira obstetra do CEJAM, tais ações contribuem para aumentar a segurança da mulher ao promover uma experiência humanizada antes, durante a após o momento do nascimento do filho, além de fortalecer o vínculo familiar. 

De acordo com relatório divulgado pelo CEJAM, em 2018, mais de 70% dos partos realizados pelo Parto Seguro nas maternidades onde está presente contaram com a prática do aleitamento materno durante a primeira hora de vida. Além disso, o acompanhante da mulher também participou das orientações oferecidas pelo Programa, reforçando e contribuindo para o melhor desenvolvimento do bebê.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Máquina Cohn & Wolf

Agosto Dourado Amamentação Parto Seguro

Compartilhe essa notícia

SEDE CEJAM

Rua Dr. Lund,41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

ESCOLA DE SAÚDE

Rua Humaitá, 349 - Sobreloja, Bela Vista, São Paulo, 01321-020
(11) 3107 - 8197

INSTITUTO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

Rua Dr. Lund, 41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

Prevenir é viver com qualidade!