Aguarde...

Portal da Transparência COVID-19 - Clique aqui e confira

Saúde

Saúde

09 de Dezembro de 2022

Como evitar exageros durante as ceias de fim de ano?

As ceias de Natal e Ano Novo estão chegando e, com elas, muita comida, fartura e confraternização entre amigos e família. No entanto, é importante se atentar à alimentação no período, evitando, assim, uma mudança repentina na rotina alimentar.

Conforme a nutricionista Francyne Silva Fernandez, que atua na Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim Caiçara, gerenciada pelo CEJAM em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, é possível aproveitar uma celebração saborosa, com opções saudáveis.

Francyne destaca que alimentar a ideia de que é possível compensar os exageros não é o mais indicado. “Comer em excesso, mesmo em um curto período, pode causar uma série de problemas e desconfortos gastrointestinais, como azia, enjoo, dor e dilatação abdominal.”

Além disso, afirma a profissional, atrapalha o processo de fome e saciedade e, mais a longo prazo, pode desencadear colesterol alto e/ou diabetes. “É importante manter a alimentação saudável, inclusive nas comemorações de fim de ano. A alimentação tem que se manter de forma natural e normal, como de costume. É preciso tratar as ceias de Natal e Ano Novo como um jantar do dia a dia”, ressalta.

Outra recomendação da especialista é manter a atenção plena durante a alimentação, para um consumo equilibrado. “É fundamental comer devagar, mastigar bem os alimentos, sentir a textura de cada alimento, o sabor e olhar e sentir o cheiro. Tudo isso faz com que a gente coma menos, pois a atenção está totalmente voltada para o prato que está sendo consumido”, complementa.

Francyne também sugere uma entrada com nozes, castanhas, amendoim, pistache e amêndoa, oleaginosas típicas desta época do ano. Para o prato principal, uma montagem com folhas, legumes, proteínas como peixe e frango, carboidratos com baixo índice glicêmico (arroz integral, milho, inhame, por exemplo) e leguminosas (lentilha, grão de bico etc.). E, para a sobremesa, frutas. “Priorizar preparações caseiras, feitas com ingredientes naturais, temperos frescos e não industrializados também é uma boa pedida.”

Em relação ao consumo de bebidas alcóolicas, a nutricionista aconselha que seja intercalado com um copo de água, para manter o corpo hidratado e evitar a ressaca no dia seguinte. Também é possível trocar o álcool e o refrigerante por água aromatizada e sucos naturais.

Porém, caso não seja possível se controlar, o conselho da especialista do CEJAM é voltar o quanto antes para a alimentação rotineira. “Adequar o nível de água, retomar a rotina de horários para as refeições, treinos e sono são medidas necessárias para que o corpo volte ao seu estado normal”, finaliza.

Fonte: Imprensa, Criação & Marketing

Saúde Nutrição

Compartilhe essa notícia

SEDE CEJAM

Rua Dr. Lund,41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

INSTITUTO CEJAM

Rua Dr. Lund, 41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

Prevenir é viver com qualidade!