Aguarde...

Portal da Transparência COVID-19 - Clique aqui e confira

Radar CEJAM

Radar CEJAM

18 de Novembro de 2022

Evento marca a apresentação do Centro de Referência da Dor Crônica Parque Maria Helena, na zona sul de São Paulo

Com o objetivo de prestar assistência integral, especializada e humanizada aos pacientes com dor crônica na região do Capão Redondo – zona sul de São Paulo –, o CEJAM, em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde da cidade, realizou, nesta sexta-feira (18), evento que marcou oficialmente a apresentação do Centro de Referência da Dor Crônica Parque Maria Helena, gerenciado pela Instituição.

Em funcionamento desde agosto deste ano, o serviço tem capacidade para prestar mais de 2490 consultas/atendimentos individuais mensais e possui uma equipe médica e multiprofissional composta por fisiatra, ortopedista, acupunturista, especialista em dor, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, psicólogo, educador físico, assistente social e enfermeiro.

De acordo com a gerente da unidade, Luana Paula Santos de Lima, as dores crônicas são multifatoriais, envolvendo questões emocionais, socioculturais e ambientais. Assim, é fundamental um tratamento com atuação biopsicossocial.

“A proposta do modelo biopsicossocial é oferecer assistência ao paciente de uma forma holística e não apenas se concentrar no tratamento da doença. Dessa forma, não tratamos somente as doenças, mas cuidamos das pessoas e, com as ações integradas dessa equipe de diversos especialistas, cuidamos das pessoas em todas suas dimensões.”

Luana explica que os agendamentos são realizados a partir do encaminhamento feito por outras unidades, como UBS, AMA Especialidades e CER do território. O atendimento pode ser realizado de forma individual, mas também em grupos – como “Grupo Dor Para Idosos” e “Grupo Dores das Mulheres” –, estratégia utilizada para integrar os pacientes.

“Aproximar pessoas do mesmo grupo social cria um ambiente propício para trocas, que favorecem o cuidado, o autocuidado e a adesão aos outros tratamentos”, completa.

Com um atendimento pensado na prevenção, promoção e recuperação da saúde da população, a unidade é referência na região. Segundo a gerente técnica regional do CEJAM Raquel Paula de Oliveira, a dor crônica é um relevante problema de saúde pública, pois pode comprometer o indivíduo em funções do cotidiano.

“Um serviço que acolhe e faz um tratamento para alívio, remissão ou manejo da dor crônica, contribui de modo a transformar a vida das pessoas, promovendo melhoria na qualidade de vida e ampliando a capacidade funcional do paciente”, destaca Raquel.

Fonte: Imprensa, Criação & Marketing

Saúde Gestão Saúde

Compartilhe essa notícia

SEDE CEJAM

Rua Dr. Lund,41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

INSTITUTO CEJAM

Rua Dr. Lund, 41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

Prevenir é viver com qualidade!