Aguarde...

Portal da Transparência COVID-19 - Clique aqui e confira

Parto Seguro

Parto Seguro

13 de Fevereiro de 2020

Programa Parto Seguro realiza assistência às gestantes indígenas da Aldeia Jaraguá

Desde 2015, gestantes indígenas recebem acolhimento especializado voltado ao pré-natal e ao parto humanizado com valorização da cultura de sua comunidade. O grupo é promovido pelo Programa Parto Seguro, fruto de parceria entre o CEJAM e a Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, e é realizado no Hospital Municipal Dr. José Soares Hungria, localizado em Pirituba, zona norte da capital. 

Durante todo o período gestacional, as índias Guarani participam de reuniões orientativas no hospital e na própria aldeia onde habitam. Para a Supervisora do Programa Parto Seguro da unidade, Sue Ellen Santos Pedroso, os grupos são fundamentais devido à situação de risco e vulnerabilidades que elas enfrentam. “Todo mês realizamos uma média de dois a três partos, com diversos cuidados, visando respeitar os costumes das gestantes”, afirmou. 

Particularidades da cultura Guarani

Com orientações fornecidas por parteiras da aldeia, a equipe de nutrição do hospital elaborou uma dieta especial às pacientes. A alimentação deve ser feita com pouco sal e à base de sopas que podem conter arroz, fubá, macarrão, legumes e frango. As indígenas não devem comer nenhum outro tipo de carne ou peixe, bem como feijão, leite, café, alimentos doces, frutas ou sucos.

Outro ponto importante é que as indígenas falam Guarani e apesar de normalmente compreenderem o português se expressam pouco em nossa língua, geralmente, por vergonha. Para tanto, a comunicação entre os profissionais de saúde e as gestantes é feita com a ajuda de um intérprete. 

Cesarianas

São temidas pelas futuras mães e, muitas vezes, o medo de passarem por este procedimento faz com que as parturientes não queiram ir ao hospital. Portanto, a equipe atua com cautela em relação às orientações que fornecem às gestantes, para que elas não se sintam desencorajadas. 

Diversos outros cuidados são tomados durante os momentos de pré-parto, parto e puerpério. Lembrando que os profissionais são sempre orientados a perguntar a paciente sobre o seu desejo, pois nem todas seguem os costumes. Os encontros ocorrem periodicamente e a equipe permanece à disposição das indígenas para orientações e esclarecimentos de dúvidas.  

Fonte: Imprensa, Comunicação & Marketing

Acompanhamento Gestante Grupos Educativos Acompanhamento de pré-natal Parto Seguro

Compartilhe essa notícia

SEDE CEJAM

Rua Dr. Lund,41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

IRS Dr. Fernando Proença de Gouvêa

Rua Dr. Lund, 41, Liberdade, São Paulo, 01513-020
(11) 3469 - 1818

Prevenir é viver com qualidade!

Prevenir é viver com qualidade!